25.11.15



AS DIVAS DO SAMBA-CANÇÃO - Os anos dourados da noite carioca são retratados no novo livro de Ruy Castro "A noite do meu bem".  Depois de Rubem Fonseca, Ruy Castro é o meu candidato favorito ao Prêmio Nobel de Literatura. Ele tem um jeito de escrever que envolve o leitor e o transporta ao universo que retrata em seus textos. Um talento absurdo da literatura brasileira. Um escritor que equilibra com perfeição a competência do jornalista com o talento como ficcionista. Nesse livro a vida boêmia do Rio de Janeiro no auge do samba-canção é retratada com a mesma paixão e o mesmo talento com que Scott Fitzgerald retratou a era do jazz em O grande Gatsby. Glamour, sofisticação, paixões avassaladoras, intrigas amorosas e tramas políticas não narradas ao som das músicas de Elizeth Cardoso, Angela Maria, Dóris Monteiro e muitas outras divas da música brasileira daqueles tempos.


  

Nenhum comentário: