4.12.16







































TODO APOIO À OPERAÇÃO LAVA-JATO - Fora Renan! Fora Rodrigo Maia. Lula na cadeia! Fora políticos corruptos! Chega de corrupção! Essas foram as principais "palavras de ordem" ouvidas na manifestação em apoio à operação Lava-Jato que aconteceu neste domingo, 4 de dezembro, em Copacabana. Uma multidão lotou a Avenida Atlântica interessada em protestar contra os casos de corrupção e contra as manobras da classe política para se proteger de investigações e julgamentos. 

Renan Calheiros foi o nome mais citado e mais hostilizado. Não só ele, individualmente, mas também como representante do Congresso Nacional. A multidão se mostrou muito irritada com Renan Calheiros e a casa que ele comanda. Durante a passeata, num carro de som, representantes do Ministério Público, da Polícia Federal, da Receita Federal e outros fizeram pequenos discursos se colocando de forma solidária ao lado do principal motivo da manifestação: o combate à corrupção.

Rodrigo Maia também foi muito hostilizado pelo povo. "Tua hora vai chegar", gritavam os cariocas cheios de ressentimento. Afinal, todos conhecem a origem da carreira política do arrivista. Sabem que ele foi eleito com seu pai, então prefeito do Rio, manipulando a máquina da prefeitura para eleger o filho. Uma eleição que teve apoio maciço de milicianos que controlam determinadas áreas da cidade. "É melhor ter milicianos do que traficantes", disse César Maia, para justificar sua aliança com os foras da lei.

Sergio Moro só recebeu aplausos e manifestações de apoio e carinho. A população reconhece o seu trabalho em favor da ética e da justiça. Sempre que o nome do juiz era citado, aplausos e manifestações de carinho vinham em seguida. Cartazes com elogios e  mensagens de carinho também foram vistas entre os manifestantes e nas fachadas dos edifícios.  O juiz Sergio Moro, com seu trabalho a favor da ética e da justiça, conquistou o coração de muitos brasileiros;

Um comentário:

Edson disse...

Miga, esse Sergio Moro tem um que de galã antigo norte americano, Gregory Peck, Cary Grant, sei lá, paladino da justiça ..., é muito carismático, mas to cansado de acreditar e me decepcionar com os homens públicos deste país. Por outro lado, a esperança é inerente ao ser humano, sem ela não vivermos. Será que ele vai pegar os caras do PSDB também? Como dizem, não tenho bandido de estimação, quero justiça ampla e irrestrita. Miga, devo acreditar em Sergio Moro? Quero muito.