21.9.11










A felicidade não está no fim da jornada, e sim em cada curva do caminho que percorremos para encontrá-la.






FÁBULA PARA UMA PERIGUETE - Um dia, a rosa encontrou a couve-flor e disse: Que petulância te chamarem de flor! Veja sua pele: é áspera e rude, enquanto a minha é lisa e sedosa. Veja seu cheiro: é desagradável e repulsivo, enquanto o meu perfume é sensual e envolvente... Veja seu corpo: é grosseiro e feio, enquanto o meu é delicado e elegante. Eu, sim, sou uma flor!
E a couve-flor respondeu: Queridaaaaa!!! Acordaaaa!!! De que adianta ser tão linda, se ninguém te come?
Moral da história: auto estima é tudo!!!



MORRE SARNEY - Fiquei decepcionado com o Ato Anticorrupção na Cinelândia. Confesso que esperava muito mais gente. Achava que ia encontrar uma multidão, trânsito engarrafado, tumulto no centro da cidade. A manifestação dos bombeiros foi muito mais movimentada. Ao mesmo tempo, o grupo de indignados ali presente valia por dez. Havia faixas, cartazes, palavras de ordem. E uma vontade muito grande de pôr os políticos corruptos em seus devidos lugares. Atrás das grades, por exemplo.



Quem mais chamou minha atenção foi um rapaz bonito que segurava um cartaz onde estava escrito "Morre Sarney". Fiquei fã dele. Para mim José Sarney é o maior exemplo do que há de mais podre na política brasileira. Sarney é um gangster. Um miliciano. É uma afronta aos cidadãos brasileiros que esse sujeito seja o Presidente do Congresso. É duro ter que engolir um pilantra desses cagando regras sobre a vida brasileira. Claro que temos muitos outros. Mas sinhôzinho Sarney é um ícone da corrupção descontrolada por que passa o Brasil. Ele é o principal exemplo em que os outros corruptos se miram. o Al Capone do PMDB...



No final do Ato, depois que as pessoas cantaram o Hino Nacional eu ouvi uma mulher toda paramentada de verde e amarelo comentar com um homem que estava ao seu lado, num tom de frustração: Se isso aqui fosse uma Parada Gay tenho certeza como teria muito mais gente. O fato de ter tido pouca gente na manifestação não significa que as pessoas não estejam indignadas com a corrupção. Significa, ao meu ver, que esse tipo de manifestação já teve sua época. Hoje a população prefere mostrar sua indignação de outras formas. Através da Internet, por exemplo.



Nenhum comentário: