1.2.15




NASCE UMA ESTRELA - Quando estrear em março, o filme Casa Grande vai mostrar ao grande público o talento de uma atriz muito especial: Clarissa Pinheiro. É incrível como, fazendo um papel coadjuvante, ela consegue dominar a cena e encantar o público. Quando foi exibido na edição 2014 do Festival do Rio, Casa Grande conquistou os cinéfilos. O júri ignorou o filme, e não lhe concedeu nenhum prêmio, mas o público deu o troco: elegeu Casa Grande o melhor filme do festival. Já no Festival de Paulínia Clarissa Pinheiro foi escolhida a melhor atriz em papel coadjuvante, disputando com Fernanda Montenegro e Sandra Corvelone. Rita, sua personagem, é a empregada doméstica de uma rica família, que está em processo de decadência, depois que o patrão (Marcelo Novaes, excelente no papel), aparece envolvido num escândalo financeiro resultado de uma CPI envolvendo autoridades do governo.

Casa Grande parece um filme do Woody Allen. A direção, o roteiro, o elenco, as locações, a trilha sonora...  Tudo funciona com perfeição. Além disso, o filme tem uma dignidade dentro da sua proposta cinematográfica que comove e emociona. É uma tragédia sobre a corrupção e os conflitos sociais no Brasil, tratada com elegância e sofisticação. Ao mesmo tempo, o filme é extremamente popular. Não foi por acaso que o júri o ignorou no Festival do Rio, enquanto o público o consagrou como melhor filme.

 
Clarissa Pinheiro é formada em jornalismo, mas é louca por cinema. Trabalhou como editora e diretora de vídeos institucionais. E saiu de Recife, sua cidade Natal, para estudar direção de cinema na Escola Darcy Ribeiro. Foi lá que conheceu o diretor de Casa Grande, Fellipe Barbosa que, impressionado com o humor e com a descontração da moça nos exercícios em frente as câmeras, decidiu convidá-la para o papel de Rita. Nessa escolha podemos perceber o talento de Fellipe Barbosa para a direção. Só um grande diretor teria o olho clínico para fazer uma escalação com tanto acerto. O fato é que tanto Fellipe Barbosa quanto Clarissa Pinheiro tem o cinema escorrendo nas veias. Que o talento de ambos renda bons frutos...


Nenhum comentário: