17.2.15


















BEATLES FOREVER - É um dos eventos mais bacanas do carnaval do Rio! Sem dúvida, o desfile do Bloco do Sargento Pimenta é um acontecimento original dentro de tudo o que acontece nas ruas da cidade. O mais bacana é que a festa acontece no Parque do Flamengo, um dos lugares mais bonitos do Rio, com muito verde, o visual da baía da Guanabara e uma infinidade de árvores lindíssimas.  O lugar é amplo, espaçoso e transmite uma sensação boa. Então o folião não fica naquele ambiente opressivo que acontece nos blocos que desfilam em ruas cheias de edifício, apertados entre barreiras de concreto. Além disso, o Parque do Flamengo parece ficar ainda mais bonito com a alegria da juventude e o astral elevado dos foliões.


O problema do Bloco do Sargento Pimenta é a música. Alguém precisa ser amigo daqueles músicos e dizer a verdade: eles destroem com a música dos Beatles. Para quem não sabe o Sargento Pimenta se caracteriza por tocar apenas músicas dos Beatles em ritmo de carnaval. Poxa vida! É uma sacanagem com Lennon e MacCartney. Eles não merecem uma coisa dessas. Os músicos do Sargento Pimenta acabam com as músicas dos Beatles. O que aqueles músicos fazem é um atentado tão grave quanto aquele que vitimou o pessoal do Charlie Hebdo. Os meninos que tocam são péssimos músicos. Eles tocam mal, cantam mal, são péssimos arranjadores. A música que eles fazem é indigesta. Não é porque o bloco se chama Sargento Pimenta que eles deveriam se dedicar a música dos Beatles. Eles não tem competência para tocar Beatles. Não tem talento, não tem refinamento, não tem delicadeza. Deveriam ser menos pretensiosos e fazer como os demais blocos: tocar apenas músicas de carnaval. Misturar Lennon e MacCartney com uma batucada de quinta é uma afronta!

Mas, mesmo com sua música indigesta, o Sargento Pimenta consegue fazer um evento digno de nota no Aterro do Flamengo. Eles conseguem reunir pessoas de todas as gerações que vão ali para beber, flertar, se divertir e divertir os outros. Ou seja, curtir os bons momentos da vida. E assim seja...



Um comentário:

Anônimo disse...

Caraca, eu também não gosto nada de cantar em inglês no carnaval. O povo não entende nada, acaba ficando um astral esquisito. E eles ainda são ruins? Nossa!