15.4.15





A BALADA DO POBRE JEAN - Finalmente estreia nos cinemas Casa Grande, um dos destaques da última edição do Festival do Rio. Na verdade o filme foi esnobado pela comissão julgadora que tinha, entre outros, o diretor Karim Anouiz e a atriz Malu Mader. Mas, se os jurados não quiseram dar nenhum prêmio, o público pensou diferente e escolheu Casa Grande como o melhor filme do festival. A verdade é que a última edição do Festival do Rio teve uma seleção incrível de filmes brasileiros: Sangue Azul, Obra, O fim e os meios, Ausência, O outro lado do paraíso e O último cine drive-in, entre outros.  E Casa Grande é o primeiro desses filmes a entrar no circutio comercial.

Casa Grande é original na sua concepção e na sua ambição de retratar o Brasil dos dias de hoje. Mostra a decadência de uma família rica, cujo patriarca esteve envolvido num desses escândalos envolvendo empreiteiras e desvios de dinheiro público. Com um humor que às vezes lembra os filmes de Woody Allen, o  filme mostra a desconstrução de uma família de ex-ricos e sua descoberta da existência da chamada classe C. É político sem ser panfletário.  Um excelente roteiro, recheado de belos diálogos. Um elenco muito bem escalado. E Fellipe Barbosa, um diretor seguro e ousado, que aponta novos caminhos para o cinema brasileiro. Agora, depois de participar de diversos festivais no exterior, onde foi exibido com o título de "The ballad of poor Jean", o filme entra em circuito em 12 cidades brasileiras. Veja quais os cinemas de todo o Brasil clicando AQUI

Meu bonequinho aplaudiu de pé.  



Nenhum comentário: